Quais as prioridades, desafios e benefícios atingidos pelas empresas com o uso do Analytics?

Pesquisa “Global State of Enterprise Analytics 2018” revela o quão importante essa tecnologia é para os esforços de transformação digital nas empresas

O uso de dados e de soluções analytics por empresas em todo mundo tem sido cada vez mais objeto de discussão. A tomada de decisão orientada a dados é mais do que mandatória em um cenário competitivo que demanda agilidade e inteligência. Um estudo inédito intitulado Global State of Enterprise Analytics, realizado pela consultoria global de pesquisa Hall & Partners, com cerca de 500 profissionais das áreas de analytics e business intelligence, em cinco países, classificou a relevância das iniciativas relacionadas a dados implementadas em suas empresas.

Relatório 2018 Global State of Enterprise Analytics
Relatório 2018 – Global State of Enterprise Analytics

As descobertas do relatório repercutem positivamente e explicam a corrida em que as empresas estão para levar as análises de dados para as mãos de todos os tomadores de decisões das organizações.  90% dos  respondentes da pesquisa relataram que as análises são muito importantes para os esforços de transformação digital e que o investimento nesse tipo de tecnologia para os próximos cinco anos deve acelerar.

O levantamento foi feito com representantes da Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos, Japão e Brasil, onde 75% dos entrevistados afirmou que a tecnologia de analytics é muito importante para os negócios e 46% disseram já considerar a migração de sua estrutura de TI para a nuvem.

Quando questionados sobre como as suas organizações usavam dados e analytics, 62% dos brasileiros disseram utilizá-los para orientar estratégias e promover mudanças; 57% para sistematizar processos e melhorar a eficiência de custos; e 52 % para monitorar e melhorar o desempenho financeiro. Outras aplicações como gerenciamento de riscos (53%), monitoramento do mercado (50%), atrair e reter clientes (48%) e desenvolvimento de novos produtos (46%), foram citadas. 

Em relação aos benefícios obtidos, assim como os demais países, melhorar a eficiência e a produtividade foi citado por 61% dos profissionais locais, seguido por decisões mais rápidas e efetivas, mencionadas por 57%.

Por aqui 52% dos respondentes disseram que 50 a 75% de toda a organização fazem uso de dados, sendo que 84% deles acreditam que estão usando da forma mais efetiva possível. As áreas de TI, finanças e serviços aos clientes, são as três que mais tiram proveito dessa tecnologia, sendo 88% destes usuários de nível executivo. Os investimentos também devem crescer: 83% das organizações ouvidas no Brasil planejam investir mais em analytics nos próximos anos.

Infográfico: Relatório 2018 Global State of Enterprise Analytics